Domingo, 21 de Julho de 2019

POLICIAIS FEDERAIS DESENVOLVEM PROJETO DE FUTEBOL QUE AJUDA A MUDAR A VIDA DE JOVENS DE PERIFERIA

REFORMA DA PREVIDÊNCIA É APROVADA EM PRIMEIRO TURNO NA CÂMARA DOS DEPUTADOS; POLICIAIS FEDERAIS CONTINUARÃO EM BUSCA DE JUSTIÇA

"HÁ MUITA DISCUSSÃO SOBRE OS DIREITOS DE SE ARMAR, MAS POUCA SOBRE OS DEVERES"

UM NOVO MODELO DE POLÍCIA PARA O BRASIL

A POLÍCIA FEDERAL
SOMOS NÓS!

10/11/2017

CONGRESSO DEBATE NOVO MODELO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL

Congresso sobre Segurança Pública em Vitória reúne mais de 100 participantes para debater soluções para sistema brasileiro. 

 

Na última quinta-feira, 09 de novembro, autoridades e profissionais da área de segurança pública, acadêmicos e a sociedade civil como um todo se reuniram para debater as falhas e a falência do sistema de segurança pública brasileiro. O “1º Congresso sobre Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estruturação da Defesa Social” contou com a presença de mais de 100 participantes na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), em Vitória.

 

Promovido pelo Sindicato dos Policiais Federais do Espírito Santo (Sinpef-ES), pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e pelo Programa de Pós-Graduação em Direito (PPGDir/Ufes), o congresso teve a palestra principal realizada pelo Mestre em Direito Processual Penal e Especialista em Direito Constitucional e em Ciência Policial e Investigação Criminal, Roberto Antônio Darós Malaquias, que falou sobre “Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista Da Sociedade Brasileira na Estruturação na Defesa Social”.

 

Ainda participaram do debate o Juiz Carlos Eduardo Ribeiro Lemos, o diretor da OAB-ES, Rodrigo Reis Mazzei, e o professor da pós-graduação em Direito da Ufes Marcellus Polastri Lima. O presidente da Fenapef, Luís Antônio de Araújo Boudens, coordenou as atividades da mesa e fez a abertura do congresso.

 

Para Boudens, a sociedade precisa discutir a segurança pública para que possam ser encontradas soluções conjuntas para melhorar o sistema brasileiro. “Temos empecilhos corporativos que não deixam as mudanças acontecerem. Assistimos a implementação de vários planos nacionais, mas não vemos políticas públicas que ultrapassem quatro anos de governo. As soluções apresentadas aqui são opções baratas e que podem ser implementadas pelos governos e dar resultados efetivos. Nós, como brasileiros, temos que nos empenhar para que essas mudanças aconteçam”, reforçou.

 

Em sua fala, Roberto Antônio Darós Malaquias abordou a necessidade urgente de mudanças no modelo de segurança pública. “Temos um sistema falido, uma estrutura corporativa deficiente e um modelo de investigação criminal ultrapassado. Como resultado, tivemos 62 mil homicídios em 2016 e 437 policiais assassinados. É preciso encontrar soluções que reduzam e controlem a criminalidade”.

 

O palestrante ainda pontuou que o orçamento da segurança pública no país é mínimo. “Em 2016, foram gastos R$ 372 bilhões em recursos públicos e privados nesta área, sendo que R$ 267 bilhões foram investidos pela segurança privada. Isso significa um gasto público de R$ 1.810,00 por pessoa ao ano, o que dá um valor ínfimo de R$ 150 por mês. Isso nos mostra que estamos a anos luz do orçamento necessário para a segurança pública no Brasil. E precisamos entender que, junto com saúde e educação, segurança é um dos pilares do desenvolvimento do país. Não adianta termos um sem o outro”, frisou Darós.

 

Finalizando sua apresentação, Darós reafirmou que é preciso uma reestruturação no sistema. “Precisamos de um novo modelo de investigação criminal, que englobe, entre outras coisas, boa técnica, gestão da investigação e a busca da verdade. É preciso que a área criminal atue baseada em celeridade, eficiência e garantia dos direitos individuais e processuais”.

 

O presidente do Sinpef-ES, Marcus Firme dos Reis, comemorou a participação da sociedade e de autoridades no evento, reforçando que este debate é essencial para que as mudanças ocorram. “Só é possível alcançar melhorias quando discutimos o assunto e buscamos, conjuntamente, soluções. Eventos como este são um passo importante para a melhoria da segurança pública em nosso Estado e no Brasil”.

 

No encerramento do Congresso, Roberto Antônio Darós Malaquias realizou o lançamento de seu livro, “Segurança Pública: O Novo Pacto Reformista da Sociedade Brasileira na Estruturação da Defesa Social”, da editora Juruá. A obra foi o resultado da experiência de Darós na docência jurídica e na atividade policial, e propõe soluções para romper com as práticas atuais de Gestão Pública, que se encontram ultrapassadas e contribuem para a ineficiência do modelo de segurança. 

 


Fonte: SINPEF/EES


NOTÍCIAS

APF faz palestra sobre controle de produtos químicos na USP

O Agente de Polícia Federal (APF) Gismar Pinheiro Junior esteve em São Paulo a convite da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP para palestrar sobre o tema "Compra, Guarda e Uso de Produtos Químicos Controlados pela Polícia Federal: Legislação e Normas". Foi durante o curso Princípio e Técnicas da Plastinação de Peças Anatômicas do Programa de Pós-graduação em Anatomia do...

Policiais federais desenvolvem projeto de futebol para jovens

Dia 19 de julho é o Dia Nacional do Futebol. Um esporte que é, indiscutivelmente, a maior paixão do brasileiro. O fascínio pelo time do coração, a emoção do gol e o encantamento pelo drible perfeito seduzem pessoas de todas as idades. Mexe também com o sonho de jovens que almejam a carreira de jogador e, consequentemente, com a mudança da dura realidade imposta nas comunidades mais carentes.   O projeto Capixaba Institu...

Nota de Esclarecimento

A Federação Nacional dos Policiais Federais - FENAPEF, entidade sindical de segundo grau, representante nacional de 14.000 policiais federais brasileiros vem a público esclarecer que não promove, patrocina, nem incentiva postagens com viés político-partidário, seja ele qual for.   A ideologia da FENAPEF é a defesa de uma segurança pública moderna e de qualidade, bem como de condições de trabalho dignas e j...

Reforma da previdência é aprovada em primeiro turno

Por 379 votos a 131, a reforma da previdência proposta pelo governo de Jair Bolsonaro foi aprovada em primeiro turno no Congresso Nacional. A votação se deu na noite dessa quarta-feira (10), em Brasília (DF). Para ser aprovada nessa primeira etapa, a proposta deveria receber 308 votos a favor. O segundo turno, de acordo com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deverá ocorrer em agosto e depois a proposta seguirá para o Senado. At&eacu...

Continua trabalho em Brasília por aposentadoria policial

Entre os dias 9 e 11 de julho, policiais federais devem continuar trabalho iniciado no dia 2, com ato no Congresso e atividade parlamentar   A luta contra as inconsistências da reforma da previdência continua. O trabalho de convencimento com parlamentares da Comissão Especial da PEC 06/2019, iniciado na semana de 2 a 4 de julho no Congresso Nacional, em Brasília (DF), continuará na próxima semana, entre os dias 9 e 11.   Por esse motivo, a Fe...

Fenapef convoca policiais federais para ato pela aposentadoria policial

Policiais federais sindicalizados de todo o Brasil estão convocados para mais um ato pela aposentadoria policial. No dia 2 de julho, os operadores de segurança pública espalhados pelo País se reunirão em Brasília (DF) para pedir regras justas de aposentadoria e pensão para a categoria que se expõe a alto risco na sua atividade. Após o ato, organizado pela União dos Policiais do Brasil (UPB), haverá também uma at...

Novo modelo de Segurança Pública proposta em livro

O Prof.Msc. Roberto Darós acaba de lançar a segunda edição do seu livro “Segurança Pública: o novo pacto reformista da sociedade brasileira na estruturação da defesa social”. Trata-se de uma publicação onde o autor, que atuou durante 30 anos na investigação criminal da Polícia Federal, defende um novo modelo mais eficaz e moderno de gestão da Segurança Pública no Paí...

"Há muita discussão sobre os direitos de se armar, mas pouca sobre os deveres"

Diretor do Sindicato dos Policiais Federais, Fabricio Sabaini afirma que armar a população é terceirizar uma responsabilidade do estado que ainda falta vontade política para combater o tráfico de armas “Há muita discussão sobre os direitos do cidadão de se armar, mas pouca sobre os deveres”, Fabrício Sabaini, Diretor do Sindicato dos Policiais Federais afirma que armar a população é terceirizar uma r...

Previdência ameaça apoio das polícias Civil e Federal a Bolsonaro

Forte reduto do bolsonarismo, parte da polícia passou a olhar com desconfiança seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro (PSL). Pelo menos na Polícia Federal e na Civil e nas guardas municipais, o entendimento é que as propostas do governo da reforma da Previdência colocariam em risco a aposentadoria e as pensões de agentes de segurança, a ponto de estudarem abandonar seu alinhamento ao Palácio do Planalto, o que rendeu muitos votos nas elei&cc...

Vantagens para sindicalizados Sinpef-ES no Federal Club

Policiais da ativa, aposentados, pensionistas, todos os sindicalizados do Sinpef-ES têm direito a descontos que podem chegar a 70% e uma série de vantagens por meio do Federal Club. São oferecidos benefícios para compras de produtos do lar, instituições de ensino, academias, escolas de idiomas, lojas de roupas, passagens, hotéis, veículos e muito mais. Para comprar veículos, por exemplo, o Federal Club oferece um desconto médi...

Clique aqui para exibir mais notícias